steel-frame-masterwall

O steel frame ou light steel frame é um sistema construtivo industrializado e altamente racionalizado, formado por estruturas de perfis de aço galvanizado. Seu fechamento é feito por placas, podendo ser cimentícias, de madeira, drywall, etc. Sua estrutura é composta basicamente por: fechamento externo, isolantes termo-acústicos e fechamento interno.

A principal diferença do steel frame é a limpeza do canteiro de obras, pois não há necessidade do uso de água proporcionando uma construção seca, título pelo qual esse sistema construtivo também é chamado.

Outra característica é a precisão do sistema, tanto dos cálculos quantitativos (quantidade de material que será utilizado) quanto da execução. A geração de resíduos é praticamente zero, já que a estrutura é fabricada com as dimensões definidas em projeto, dispensando o corte de peças, consequentemente isso gera uma construção mais barata, rápida e limpa.

Quando há mais de um pavimento na edificação, a separação entre um pavimento e outro é feita por lajes leves, que são perfis de aço galvanizado revestidos por madeira, placa cimentícia ou outro tipo de placa, e por forros
leves, que podem ser forros de drywall, pvc, etc. Também podem ser utilizadas lajes pré-moldadas de concreto.

Vantagens do steel frame

Agilidade na construção: o steel frame possibilita que uma construção seja executada de forma rápida já que a maioria dos seus componentes são pré fabricados. Algumas casas podem ser finalizadas em 15 dias ou menos.
Redução do peso da estrutura: os perfis de aço galvanizado são leves e não geram grandes esforços de carga na estrutura. Por isso, normalmente são utilizadas as fundações superficiais do tipo radier.
Maior precisão na execução: como os painéis são fabricados por meios industriais, a precisão e a redução de erros faz com que o steel frame seja um sistema construtivo mais confiável.
Edificação sustentável: não é necessário o uso de recursos naturais como água para a execução do steel frame. Além disso, gera-se muito pouco lixo e resíduo na sua construção.
Melhor isolamento térmico e acústico: esse tipo de estrutura proporciona bons níveis de isolamento térmico e acústico.
Várias opções de acabamento.
Menor custo: se comparado com o sistema convencional de concreto e estruturas metálicas, o steel frame é mais barato, principalmente em edificações menores, pois o custo com materiais e mão de obra acabam sendo menores devido ao curto tempo de execução da obra.

A anatomia da construção em Steel Frame

Como não usa tijolos, a construção em Steel Frame segue uma lógica diferenciada em relação à alvenaria, chegando contudo, num resultado visual semelhante, porém muito superior em precisão e qualidade.

1. Parede externa

parede-externa

Como você pode ver na figura acima, esta é a estrutura de uma parede externa. Essa combinação de elementos tem uma razão de ser. Cada componente exerce uma função específica, visando garantir uma fachada resistente, durável e bonita.

Descrição de cada componente:

Estrutura – A estrutura é composta de aço galvanizado que recebe um tratamento anticorrosivo especial, que lhe confere vida útil superior a 100 anos. Para construções próximas ao mar, utilizamos uma camada mais espessa de galvanização.

OSB– A placa de OSB (Oriented Strand Board) é um painel constituído de tiras prensadas de madeira reflorestada, o que aumenta sua resistência mecânica em relação a uma chapa de madeira comum. É usada como contraventamento da estrutura de aço.

As construções de Steel Frame oferecem grande resistência a terremotos, tempestades e tufões, e boa parte dessa resistência é garantida pelo OSB. (Mesmo que isso não faça diferença aqui no nosso país, é uma amostra do desempenho do sistema.)

Membrana – Toda a estrutura externa é “embalada” com uma membrana especial – a barreira de vapor.
Essa membrana funciona como nossa pele. Impede a entrada de umidade, mas permite a transpiração da edificação. Assim, os problemas com mofo e infiltrações são coisas do passado.

A partir da membrana, existem diversos materiais e tecnologias que podemos empregar para o revestimento das paredes externas. Mas, como a placa cimentícia é o revestimento mais utilizado devido à sua semelhança com o reboco, foi a ilustração que utilizei.

Placa cimentícia – Essa placa é composta por uma massa de cimento reforçada com fibra de vidro, resultando em chapas com grande planicidade e estabilidade dimensional. (Traduzindo: a parede vai ficar bem plana e vai sofrer menos deformação com a variação de temperatura.)

Base coat – As placas cimentícias recebem um acabamento especial chamado base coat. Esse acabamento nada mais é do que uma massa aplicada em toda a extensão da parede, responsável por sua impermeabilização e seu aspecto monolítico. (Significa que faz “sumir” as juntas e a parede fica toda por igual).

Revestimento – A partir do base coat, a parede é tratada de forma convencional. Pode receber pintura, textura ou qualquer outro tipo de revestimento, tal como pedras, porcelanato ou madeira.

casa-steel

Steel Frame:Tudo o que ainda não te contaram
E depois de acabada, a aparência é igual a de uma parede de alvenaria. Ninguém é capaz de identificar visualmente se a casa foi feita de uma forma ou de outra. Há ainda a opção de deixar as placas cimentícias à vista, apenas resinadas, o que pode criar um efeito muito agradável dependendo do empreendimento.

Lã de vidro – Entre as faces da parede, utilizamos lã de vidro ou lã de PET como isolante, o que garante alto desempenho termoacústico. No dia a dia dos moradores, “alto desempenho termoacústico” é um termo que resume três benefícios básicos:

– A parede tem grande capacidade de manter a temperatura interna mais estável, ou seja, o ambiente fica mais fresco no verão e mais aconchegante no inverno.
– Como resultado, há grande economia de energia com climatização.
– Além disso, o isolante diminui a transmissão de sons, tanto do meio externo para o interior da edificação, quanto de um ambiente para outro.

2. Parede interna

parede-interna

A parede interna é muito semelhante à externa. Porém, é chamada de drywall que é feita com gesso acartonado (material muito utilizado na construção civil nos Estados Unidos).

Para eliminar as emendas no encontro das placas de drywall, utilizamos uma fita microperfurada com massa niveladora, especialmente desenvolvida para esse fim, o que garante uma parede totalmente plana e sem fissuras a longo prazo. É o chamado tratamento de juntas. Depois do tratamento de juntas, a parede pode receber pintura, textura ou qualquer outro tipo de revestimento, tal como pedras, porcelanato ou madeira.

parede-interna-aplicacao

À primeira vista, o aspecto da parede acabada não tem diferença da convencional. Mas para quem gosta de detalhes, é uma parede bem mais lisa e com uma precisão incrível no esquadro e no prumo.
PS.: Não confunda a parede de drywall do Steel Frame com as divisórias de drywall. Apenas as placas utilizadas como fechamento são as mesmas.

Entretanto, a parede do Sistema Light Steel Framing é muito mais robusta, pois utiliza perfis estruturais e é contraventada. Portanto, é muito mais resistente e flexível em relação à fixação de objetos pesados nas paredes. Existem buchas próprias para drywall, que suportam até 30Kg por ponto de fixação.

3. Laje

laje

Para a construção das lajes, seguimos o mesmo princípio das paredes: uma estrutura metálica leve, revestida com placas de OSB, que recebe um contrapiso armado e o respectivo acabamento. A lã de vidro na laje também cumpre papel extremamente importante, impedido que barulhos gerados no andar superior causem desconforto no andar inferior.

Novamente, depois de acabada, não há diferença na laje em relação ao sistema convencional. Tanto na aparência quanto na sensação (a laje não parece oca, como muitos podem pensar, pelo contrário, é bem firme e parece uma laje de concreto mesmo).

4. Cobertura

cobertura

Geralmente, utilizamos a estrutura metálica galvanizada para a cobertura. Essa estrutura tem grandes vantagens, sendo as principais a leveza, a resistência estrutural e a resistência a cupins e outros parasitas. Além de vencer grandes vãos com facilidade. Entretanto, nada impede que para telhados com estrutura aparente seja utilizada a madeira, como na foto abaixo

O Steel Frame é um sistema construtivo bem flexível, que se integra perfeitamente com diversas soluções já utilizadas na construção. A principal é a Telha Shingle.

shingle-cobertura

Lajes impermeabilizadas

Para as lajes impermeabilizadas as temos duas opções:

A laje mista:
Utiliza o mesmo sistema descrito no item laje, com a aplicação de manta asfáltica para a impermeabilização.

laje-mista

A laje seca:
Nesse tipo de laje, o contrapiso é substituído por uma camada de XPS (um polímero super resistente com alto índice de isolamento térmico). E por fim uma impermeabilização com manta de PVC ou TPO. A laje seca é uma solução sensacional, pois é extremamente leve e com ótimo desempenho térmico.

laje-seca

5. Instalações elétricas

eletrica

Não há diferença nos materiais e no sistema utilizado nas instalações elétricas em uma construção convencional e no Steel Frame. Utilizam-se os mesmos quadros de distribuição, mangueiras condutoras, caixas de passagem e cabos condutores. Porém, há uma vantagem enorme: não é necessário quebrar a parede para passar as instalações. Tudo é feito antes do fechamento de drywall, economizando tempo, material e mão de obra.

6. Instalações hidráulicas

hidraulica

As conexões e os distribuidores são de bronze, o que garante vida útil prolongada, livre de corrosões e entupimentos, além de resistência a temperaturas superiores a 100ºC. As mangueiras PEX são flexíveis, e possuem a vantagem de percorrer do ponto de distribuição até o ponto de consumo sem emendas. Por isso, o número de conexões é bem reduzido, o que evita vazamentos, queda de pressão, e triplica a produtividade de instalação. Os quadros de distribuição são pré-montados e testados na fábrica, garantindo agilidade no canteiro de obra, diminuindo problemas com vazamentos e retrabalho.

SOLICITE ORÇAMENTO

Nome

E-mail

Telefone

Cidade

Assunto

Sua mensagem

PORTO ALEGRE – RS

Av. Bernardino Silveira Amorim, 1471, Pav. 8
Bairro Sarandi, Porto Alegre – RS

(51) 3023.5048

Av. Francisco Silveira Bitencourt ,929
Bairro Sarandi, Porto Alegre – RS

(51) 3383.0081

CAPÃO DA CANOA – RS

Rua Ceci, 1253
Bairro Zona Nova, Capão da Canoa – RS

(51) 3502.6640

master-wall-inf